Quando e como pedir depoimentos (feedback)?

Obter depoimentos de consumidores e clientes felizes é uma parte importante da construção e dimensionamento do seu negócio. Testemunhos positivos constroem consciência da marca e prova social, e são uma ferramenta de marketing crucial para os donos de empresas. Pedir depoimentos é um processo bastante simples, e é fácil de implementar como parte da sua jornada de clientes e aquisição de consumidores. No Brasil, sites de ampla confiança permitem aos consumidores que compartilhem suas opiniões de maneira verdadeira, individualizando essas opiniões por produto e por comprador. Esse processo aumenta ainda mais a confiança do site e do produto, o que acaba por gerar uma relação de ganha-ganha.

Existem várias maneiras diferentes de pedir depoimentos, e vários lugares para exibi-los uma vez que você os tenha. Dependendo do tipo e natureza do seu negócio, você pode solicitar e exibir depoimentos de clientes em seu site, através de mídias sociais (Facebook, LinkedIn), no Google e muito mais.

Antes de começarmos a reunir e exibir depoimentos, precisamos considerar quando e como perguntar. As respostas variam, então vamos olhar para algumas possibilidades para pedir depoimentos.

Quando pedir depoimentos de clientes e consumidores

A natureza do seu produto ou serviço dita quando você deve pedir a seus clientes e consumidores um testemunho. Lembre-se: conseguir feedbacks aumenta tanto a relação com o cliente atual, que ficará feliz por um atendimento personalizado onde ele tem voz, quanto ajuda na prospecção do próximo cliente, que poderá ter mais bases de julgamento sobre seu trabalho ou empresa. Aqui estão três momentos comuns em que é particularmente fácil fazer a pergunta:

  • Imediatamente após a prestação dos serviços. Se o seu serviço depende principalmente do atendimento ao cliente e da interação humana na troca, não tenha medo de pedir um testemunho imediatamente.
  • No final de um projeto. Como você está encerrando um projeto, vá em frente e peça ao seu cliente para deixar o feedback. A experiência deles ainda será recente, e será mais provável que você receba uma resposta deles do que se esperar antes de pedir depoimentos.
  • 15 a 30 dias após a compra do produto. Você pode vender um produto ou curso que requer um pouco de tempo para usar antes que os resultados sejam óbvios. Se for esse o caso, dê ao seu cliente um pouco de tempo para experimentá-lo, então faça a pergunta.

Pedir depoimentos é um processo altamente individualizado. O tempo realmente depende da natureza do seu relacionamento com o cliente, do nível de interação e do tempo que leva para avaliar como seu produto ou serviço funciona para eles. Em alguns casos, você precisará esperar mais do que outros antes de solicitar feedback.

Como pedir feedback

Assim como o momento, pedir depoimentos varia em termos de método. Dependendo de produtos ou serviços, você pode optar por pedir depoimentos pessoalmente ou automatizar um sistema para solicitar feedback. Há prós e contras em cada método, mas ambos são eficazes.

Pedindo depoimentos/feedback pessoalmente

Pedir depoimentos pessoalmente significa que você precisará reservar algum tempo para entrar em contato com seus clientes e ter interação pessoal adicional com eles assim que seu trabalho estiver concluído. Isso não é necessariamente algo ruim ou desgastante demais. Quanto mais pontos de contato positivos você tem com um cliente, maior a probabilidade de você repetir negócios ou referências fortes deles.

Depois de concluir seu projeto, não espere para perguntar. Vá em frente e deixe seu cliente saber que você gostou de trabalhar com ele e adoraria obter seu feedback sobre como foi o projeto. Deixe-os saber que você gostaria de exibir o testemunho em seu site ou mídias sociais. Alternativamente, indique a plataforma que você gostaria que eles usassem (se você quiser que eles deixem um comentário no Google, Facebook ou LinkedIn, por exemplo).

Aqui estão algumas maneiras que você pode pedir diretamente a um cliente para um testemunho:

  • Pergunte por e-mail enquanto você está encerrando seu projeto
  • Dê um telefonema rápido, durante o qual você faz a sua pergunta
  • Faça uma videoconferência para fechar as coisas e pedir para gravar sua opinião
  • Envie-lhes um formulário de pesquisa que eles podem preencher sobre sua experiência

Além disso, considere deixar uma revisão ou uma recomendação em um site como o LinkedIn. Você pode deixá-los saber que você deixou feedback para eles e solicitar seu feedback também.

Automatizando os feedbacks

Pedir depoimentos automatizados leva algum tempo e sai do seu processo. Este método de solicitar feedback é ótimo se você vender um produto ou serviço que leva pouco tempo para mostrar resultados.

Considere incluir um formulário de feedback ou uma pesquisa em seu e-mail automático, programada para enviar um prazo específico assim que a transação for concluída. Por exemplo, se você vende um curso de treinamento em mídias sociais, você pode querer acompanhar seus clientes em 30 dias para ver como o curso tem funcionado para obter resultados.

Não tenha medo de acompanhar

Se seu cliente ou consumidor concordou em dar-lhe um testemunho, mas ainda não o fez, não faz mal segui-lo e lembrá-los educadamente sobre deixar o feedback. Tente adiantar tudo o que eles precisam para tornar o processo o mais rápido e fácil possível para que não tome muito tempo.

Nunca custa oferecer incentivos para seus clientes e consumidores deixarem feedback. Por exemplo, você pode oferecer um pequeno cartão de presente ou um desconto no seu próximo projeto. Você também pode oferecer descontos de referência para cada cliente que for referenciado para você.

Quando NÃO pedir feedback

Evite pedir feedback se seu cliente não teve tempo suficiente para ter uma noção do seu produto e dos resultados que ele produz. Por exemplo, você não pediria a um cliente que comprou seu produto de skincare para feedback apenas uma semana depois de usar o produto.

Além disso, evite pedir depoimentos se o projeto não deu certo ou não terminou bem. Embora o feedback honesto e construtivo seja importante em uma sessão de feedback privada e presencial, você pode não querer feedback crítico exibido em seu site ou mídia social.

Em geral, não peça um depoimento se você ou seu cliente tiveram que encerrar o projeto mais cedo. É melhor manter os pedidos de feedback em público limitados a experiências positivas tanto quanto possível.

Como coletar depoimentos de clientes

Existem muitas ferramentas que você pode usar ao pedir depoimentos. Aqui estão algumas opções:

  • Por e-mail, através de um formulário ou pesquisa, como Formulários do Google ou SurveyMonkey

 

  • Solicite um breve depoimento em vídeo
  • Direcioná-los para sua plataforma de mídia social de escolha, como Facebook ou LinkedIn
  • Peça que eles deixem um comentário no Google, Yelp ou uma plataforma semelhante

Onde exibir depoimentos

Depois de coletar seus depoimentos, mostre-os com orgulho em quantos lugares online você puder. Mostre os depoimentos em seu site, mídias sociais e em outros materiais de marketing relevantes para que seus potenciais clientes e consumidores possam ver as experiências positivas dos outros. Certifique-se de redirecionar depoimentos sempre que possível, criando posts sociais, Stories, usando-os em e-mail marketing e muito mais.

Como o Divi pode ajudar a conseguir e mostrar feedback

Temos uma série de plugins Divi disponíveis para ajudá-lo a exibir depoimentos proeminentes no seu site WordPress. Aqui estão alguns:

 

Além disso, aqui está um guia sobre o estilo do módulo de depoimento da Divi para o seu site.

 

Em outras palavras, a plataforma Divi é excelente para mostrar os comentários do seu produto ou serviço, melhorando ainda mais a confiabilidade do seu negócio e criando uma relação duradoura com seus clientes.

Resumindo

Pedir depoimentos é tão variado e emblemático quanto simples. A conclusão é que seu método de pedir e exibir depoimentos depende inteiramente da natureza do seu negócio, suas interações com os clientes e as necessidades de suas perspectivas. Entretanto, os temas do Divi estão aqui para apoiá-lo e, assim, você conseguirá feedbacks mais emblemáticos e mais rapidamente. E lembre-se: Para atestar a validade do feedback ou depoimento, sempre diga ao cliente que pretende usar sua declaração em seu site. Deste modo, o feedback fica verificável, o que lhe dá credibilidade.

 

Artigo original: Haley Walden

 

Tradução e adaptação:

Como configurar assinaturas de grupos do Facebook (e quando isso faz sentido)

Como ganhar dinheiro com o Facebook?

Capitalizar com o Face é algo que está em alta novamente, após a queda do site aqui no Brasil por um tempo. Então, explorar as diferentes maneiras de ganhar dinheiro com o Facebook é uma excelente ideia.

Se você administra um grupo no ganhar Facebook com um número considerável de seguidores, existem várias maneiras de monetizá-lo. Você pode tentar o marketing de afiliados ou direcionar os usuários para suas próprias landing pages (páginas de destino), apenas citando alguns exemplos. No entanto, enviar seus seguidores para fora do Facebook pode ser um desafio.

Outra alternativa é usar o novo recurso de assinaturas de grupos do Facebook, que foi recentemente lançado para todos os usuários. Neste artigo, analisaremos como esse método de monetização funciona e como configurá-lo.

O Brasil é um dos poucos países onde é viável monetizar seu grupo do Facebook através de assinaturas, contanto que ele cumpra os requisitos da plataforma.

Um breve resumo da ideia de sites de assinatura

Antes de nos aprofundarmos nas especificidades das assinaturas de grupos do Facebook, vamos tomar um momento para discutir como esse método de monetização funciona do ponto de vista empresarial. Afinal, a ideia de ganhar dinheiro administrando uma página de mídia social pode parecer um pouco estranha se você não estiver familiarizado com estratégias semelhantes.

As assinaturas de grupo não são um modelo de negócio inovador. Na verdade, muitos sites exigem que você pague uma taxa de inscrição para ter acesso a áreas restritas e conteúdo exclusivo. Essa estratégia visa permitir que as pessoas que montam e mantêm o site e seu conteúdo ganhem uma renda para o seu trabalho.

Ele também permite que eles implementem novos recursos e forneçam suporte, o que pode ajudá-los a manter a comunidade online de seu site melhorando a experiência de seus usuários. Por exemplo, alguns fóruns populares cobram taxas mensais em troca de acesso. Além disso, muitos músicos e criativos compartilham conteúdo exclusivo com seus seguidores fiéis através de plataformas de adesão, como Patreon.

No entanto, você pode encontrar um monte de conteúdo na web gratuitamente. Por que alguém se incomodaria em pagar apenas para acessar um site (ou grupo do Facebook)?

Por que as pessoas optam por pagar por conteúdo premium?

Muitas comunidades online especializadas fornecem acesso a conteúdo e recursos que você não pode encontrar em outros lugares. São essas plataformas premium que tendem a cobrar taxas de assinatura.

Em outros casos, pode haver conteúdo semelhante disponível em outros sites, mas plataformas premium podem cobrar dos usuários porque suas reputações os precedem. Os assinantes sabem que estão recebendo conteúdo de maior qualidade do que o que podem encontrar gratuitamente.

Se você é um usuário do WordPress, existem muitas maneiras de criar sites e comunidades privadas baseadas em membros. No entanto, agora o Facebook também está querendo entrar nessa com seu novo recurso de assinatura de grupo.

Introdução às assinaturas de grupos do Facebook

O Facebook lançou recentemente uma atualização  que permite que criadores e administradores de grupos configurem subgrupos privados adicionais com acesso pago. Isso fornece uma maneira rápida de estabelecer uma comunidade online com fins lucrativos sem ter que deixar o Facebook. A ideia é que a troca de conteúdo premium seja através da própria plataforma, uma maneira sólida de ganhar dinheiro com o Facebook.

As assinaturas de grupos do Facebook permitem que você ofereça conteúdo exclusivo em vídeo, como tutoriais, shoutouts, acesso aos bastidores e muito mais. Por exemplo, o grupo Declutter My Home  – que fez parte do lançamento piloto do recurso – oferece projetos exclusivos e transmissões ao vivo para seus membros pagantes.

O lançamento foi inicialmente em pequena escala, com apenas um punhado de grupos concedidos acesso ao recurso. Além do já citado grupo Declutter My Home, outros participantes piloto incluem Grown and Flown Parents e Meal Planning Central Premium.

No que diz respeito aos pagamentos, cabe a você cobrar de seus apoiadores. A maioria das taxas de assinatura do Facebook variam entre US$ 4,99 e US$ 29,99 por mês. No entanto, note que para se qualificar neste recurso de monetização, você precisa de uma página existente com:

  • Pelo menos 10.000 seguidores, ou
  • Mais de 250 retornos da sua audiência, com pelo menos 000 engajamentos com posts ou 180.000 minutos assistidos nos últimos 60 dias.

Além disso, sua página deve cumprir as políticas de monetização de parceiros do Facebook. Além disso, note que as assinaturas de fãs estão atualmente disponíveis apenas para páginas registradas na Austrália, Canadá, Reino Unido, Brasil, México, Tailândia e EUA.

Atualmente, o Facebook não toma nenhuma parte de seus ganhos, então você receberá 100% do preço que seus apoiadores pagam pelo acesso. No entanto, para transações feitas em dispositivos móveis (iOS e Android), você só ganhará 70% de suas taxas de adesão após os impostos aplicáveis. Assim, a assinatura via mobile é possível, porém incide em descontos.

Como configurar assinaturas de grupos e ganhar dinheiro com o Facebook

Para configurar sua assinatura do grupo, vá para o Creator Studio e escolha a página que deseja monetizar:

Atualmente, existem várias opções de monetização disponíveis, incluindo eventos online, artigos pagos e muito mais. Se você for elegível para qualquer um desses recursos, você verá um botão Configurar ao lado do nome da sua página.

Em seguida, você terá que revisar e concordar com os Termos e Condições do Facebook e configurar sua conta de pagamento. Você verá uma tela onde você pode preencher seus dados pessoais:

Você também pode optar por receber seus pagamentos via transferência bancária ou PayPal. Observe que você precisará fornecer seu CPF ou número de RG antes de poder prosseguir.

Na próxima seção, você poderá configurar os benefícios que deseja oferecer aos seus assinantes. Por padrão, todos os seus fãs recebem um crachá especial, que eles podem desativar se preferirem. Além disso, você pode adicionar várias recompensas, como acesso exclusivo a posts ou conteúdo de vídeo.

Depois de decidir sobre os benefícios, é hora de configurar suas taxas de assinatura. Observe que você não pode alterar o preço uma vez que sua assinatura de grupo tenha sido lançada, então considere esta decisão cuidadosamente.

Quando estiver pronto, envie seus detalhes para revisão. O Facebook enviará uma notificação assim que sua assinatura do grupo for aprovada, o que pode levar alguns dias. Em seguida, clique em Ativar assinaturas para que seus fãs possam começar a participar.

Conclusão

Dirigir um grupo grande no Facebook envolve muito trabalho. Até recentemente, ganhar dinheiro com esse esforço não era tão simples. No entanto, as assinaturas de grupos do Facebook visam mudar isso.

Há muitas razões pelas quais faz sentido o Facebook apoiar grupos pagos. Com esse recurso, você poderá criar comunidades profissionais de networking, compartilhar conteúdo exclusivo e muito mais.

Portanto, ganhar dinheiro no Facebook em 2021 é possível e factível, mas requer um excelente trabalho e o Divi pode lhe ajudar a conquistar essa fonte de renda, entregando páginas lindas e altamente customizáveis, que aumentarão seu público e, por conseguinte, sua interação com as redes sociais.

Artigo original: Will Morris

Tradução e adaptação:

E-book - Como se tornar um profissional de sucesso com Divi

Uma jornada de aprendizado para aprender a construir sites até se tornar um web designer de sucesso.

Já possui a licença do Divi?

Você receberá em seu e-mail o acesso ao e-book. Esperamos que possa ajudar a alavancar sua carreira de web designer.